Eyes

segunda-feira, 23 de abril de 2012


Em 2012 , na volta às aulas , reencontrei minha colega de classe Mariá Mews. Para conhecê-la melhor, eu a entrevistei.

O motivo de seu nome ser Mariá é porque sua mãe queria pôr um nome bíblico , só que não queria por Maria , então colocou Mariá.

A comida preferida de Mariá é lasanha, como tambem branco é a cor que mais gosta. O que mais aprecia num amigo , tambem como uma qualidade sua, é a sinceridade.

Na cidade de Joinville , que foi aonde nassceu , Mariá estudou em dois lugares diferentes, que foi o Girassol, que era seu jardim de infância , e agora estuda no Zulma do Rosário Miranda.

Sua promessa para 2012 é passar de ano como tambem é um objetivo. Mariá tem como favorita a banda Switchfoot , como tambem de leitura, sua altora preferida é Meg Cabot ; já na televisão , seu programa preferido é o seriado " Diário de Vampiro".

Como viagem preferida , Mariá gostou foi para Tubarão . Como mania sua, deve ter mordido muito seus labios nessa viagem.

Como todos têm sonhos, o de Mariá é se formar em uma faculdade; tambem diz que se tivesse um poder, seria o de ler mentes.

Para finalizar, uma frase marcante de Mariá . " Não tenho tempo para mais nada , ser feliz me consome muito "

terça-feira, 10 de abril de 2012

Cultura

O girino é o peixinho do sapo.
O silêncio é o começo do papo.

O bigode é a antena do gato.
O cavalo é o pasto do carrapato.

O cabrito é o cordeiro da cabra.
O pescoço é a barriga da cobra.

O leitão é um porquinho mais novo.
A galinha é um pouquinho do ovo.

O desejo é o começo do corpo.
Engordar é tarefa do porco.

A cegonha é a girafa do ganso.
O cachorro é um lobo mais manso.

O escuro é a metade da zebra.
As raízes são as veias da seiva.

O camelo é um cavalo sem sede.
Tartaruga por dentro é parede.

O potrinho é o bezerro da égua.
A batalha é o começo da trégua.

Papagaio é um dragão miniatura.
Bactéria num meio é cultura. 
Arnaldo Antunes

Traduzir-se

Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.

uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.

Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira.

Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.

Traduzir-se uma parte
na outra parte
- que é uma questão
de vida ou morte -
será arte?

''Ferreira Gullare''

segunda-feira, 9 de abril de 2012

...

Sabia que sou mais bonita?
A borboleta disse ainda ao sapo:
Pobre batráquio asqueroso,
O que você é me causa nojo!

E o sapo, com toda calma do mundo,

Assim respondeu á borboleta:

Bonita é minha natureza anfíbia,
O que, também, me protege mais,
Rios e solo me dão guarida,
Brejos até mesmo matagais!
O que você faz para se defender?
Livre, viajo sobre todos os animais!
E, num segundo, sapo projetou
Tamanha língua no espaço,
Acabando, assim, com o embaraço!

(Dorival Pedro Lavirod)


segunda-feira, 2 de abril de 2012

BOB MARLEY

As vezes construímos sonhos em cima de grandes pessoas... O tempo passa... E descobrimos que grandes mesmo eram os sonhos e as pessoas pequenas demais para realiza-los reais!

JEAN COCTEA

" Não sabendo que era possível , ele foi lá e fez "